Investimentos e situação atual elevam a confiança dos empresários, mostra Fecomércio-RS
Jousi Quevedo

A alta também aparece na comparação com o mesmo mês do ano passado, ao subir 1,5%.

Os empresários do comércio do Rio Grande do Sul estão otimistas. Foi o que sinalizou o Índice de Confiança dos Empresários do Comércio gaúcho (Icec-RS), que no mês de maio teve elevação de 2,7% ao marcar 131,0 pontos frente ao mês de abril (27,5). A alta também aparece na comparação com o mesmo mês do ano passado, ao subir 1,5%. 

A melhora do Icec-RS em maio foi determinada pelos componentes referentes ao Índice de Condições Atuais (113,5 pontos) e ao Índice de Investimento (117,2 pontos), que subiram de 4,4% e 4,5% em relação ao mês anterior, respectivamente, e recuperaram parte da queda de abril. As expectativas para o futuro, pelo segundo mês consecutivo, permaneceram estáveis, com aumento de 0,2%.

Na avaliação do presidente do Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac, Zildo De Marchi, o governo vem implementando uma série de medidas de estímulo ao consumo que favorecem, principalmente, o segmento de bens duráveis. “Esses fatores, apesar do fraco crescimento da economia como um todo, contribuem para a melhora no indicador de confiança”, comenta De Marchi.

Na análise por porte, a elevação do índice foi puxada pelas empresas com até 50 funcionários, para as quais o índice teve alta de 2,7% em maio, atingindo 130,6 pontos. Para as empresas com mais de 50 funcionários, a confiança permaneceu praticamente estável, com acréscimo de 0,5%, chegando a 147,5 pontos.

Na classificação por segmentos, todos apresentaram alta no mês. No entanto, as elevações mais expressivas ficaram novamente por conta dos segmentos de duráveis e semiduráveis, que cresceram 4,2% e 4,4%, respectivamente, corrigindo parte da queda do mês passado. O segmento de não duráveis apresentou elevação de 1,1%.

Para visualizar a pesquisa completa de maio, veja em http://links.fecomercio-rs.org.br/ascom/ICEC.pdf.

Fonte: Fecomércio

Voltar pro topo